Frases.Tube

Agradecimento Individual Formatura

Finalmente chegou o dia do Baile de Formatura. Foi realizado no ginásio feminino com música ao vivo, uma banda de verdade. Não sei por que, mas andei até lá naquela noite, os quatros quilômetros que separavam a escola da casa dos meus pais. Fiquei do lado de fora, no escuro olhando para o baile, através das janelas gradeadas, completamente admirado. Todas as garotas pareciam extremamente crescidas, imponentes, adoráveis, trajando vestidos longos, e todas exalando beleza. Quase não as reconheci. E os garotos em seus smokings estavam muito bem, dançavam com perfeição, cada qual segurando uma garota nos braços, seus rostos pressionados contra os cabelos delas. Todos dançavam com extrema graça, e a música vinha alta e límpida e boa, potente. Então vislumbrei o reflexo do meu rosto a admirá los marcado por espinhas e cicatrizes, minha camisa surrada. Eu era como uma fera da selva atraída pela luz, olhando para dentro. Por que eu tinha vindo Sentia me mal. Mas continuava assistindo a tudo. A dança terminou. Houve uma pausa. Os casais trocavam palavras com facilidade. Era algo natural e civilizado. Onde eles tinham aprendido a conversar e a dançar Eu não podia conversar ou dançar. Todo mundo sabia alguma coisa que eu desconhecia. As garotas eram tão lindas; os rapazes, tão elegantes. Eu ficaria aterrorizado só de olhar para uma daquelas garotas, o que dizer ficar sozinho em sua companhia. Mirá la nos olhos ou dançar com ela estaria além das minhas forças. E ainda assim eu tinha consciência de que o que via não era tão simples e nem bonito como aparentava ser. Havia um preço a ser pago por aquilo tudo, uma falsidade generalizada na qual facilmente se poderia acreditar e que poderia ser o primeiro passo para um beco sem saída. A banda voltou a tocar e as garotas e os garotos recomeçaram a dança, e as luzes sobre suas cabeças giravam, lançando sobre os casais reflexos dourados, depois vermelhos, azuis, verdes e então novamente dourados. Enquanto eu os observava, dizia para mim mesmo que um dia minha dança iria começar. Quando este dia chegasse teria alguma coisa que eles não têm. De repente, contudo, aquilo se tornou demais para mim. Eu os odiei. Odiei sua beleza, sua juventude sem problemas e, enquanto os via dançar por entre o mar de luzes mágicas e coloridas, abraçados uns aos outros, sentindo se tão bem, pequenas crianças ilesas, desfrutando de sua sorte temporária, odiei os por terem algo que eu ainda não tinha, e disse para mim mesmo, repeti para mim mesmo, algum dia serei tão feliz quanto vocês, esperem para ver. Seguiram dançando, enquanto eu repetia minha frase para eles.

Um talvez Discurso de Formatura
em meio a varias formas de trabalho e a busca de se sentir bem pelo que faz, escrevi um pouco sobre elas..
Gostaria de cursar Medicina, para com sabedoria e remédios curar o corpo, carinho e sorrisos para a alma e coração.
Poderia também virar Militar, combater os crimes e deixar em segurança todos que estiverem sob minha guarda.
talvez em Astrologia, ver o futuro das pessoas nas estrelas.
Quem sabe Gastronomia, preparar comidas de todos os sabores para todos os gostos, as vezes até fisgar um marido pela boca.
Escritora, transmitir todos os sentimentos e pensamentos para uma folha de papel como esta.
Psicologa, ajudar com os problemas e dificuldades alheias.. mas para isso minha fé acredita que ainda exista a amizade, concelheira e verdadeira.
Advogada, para processar todas as propagandas enganosas e defender os direitos do consumidor.
Juíza, para fazer justiça e não para aceitar suborno dos mais remunerados.
Professora, levar conhecimento para os jovens tão desmiolados de hoje em dia.
Engenheira civil, Arquiteta e Decoradora, só para entregar um lar totalmente pronto para uma família.
Cantora, mas minha voz desafinada e minha timidez não me deixariam subir aos palcos.
Modelo, meu nervosismo me faria cair do salto..
Fotografa, registrar os momentos mais belos, desde o sol se pondo até o sorriso de uma criança.
Diretora de Videos, criar os clips mais loucos da musica pop.
Administração, organizar todos os números de uma grande empresa e a fazer crescer cada vez mais.
Sapateira, Estilista ou Costureira, com criatividade inovar os guarda roupas.
Cursar Turismo, conhecer diversos lugares, pessoas e culturas diferentes.
Bióloga, para conhecer todos os tipos de plantas e tomar apenas remédios naturais.
Talvez Revendedora AVON, para ter todos os perfumes e maquiagens, o mesmo motivo se aplica para Vendedora de Lingerie.
Enfim, com tantas profissões, gostaria mesmo de ter nascido rica, não precisaria trabalhar e poderia fazer de todas apenas Hobbies, mas nem por isso me descontento, acredito que com Força de Vontade, Fé em Deus, e Foco nos objetivos conseguimos ir longe.
A sabedoria é rara, e só se adquire com o tempo..
A nós desejo toda Sorte, Paz e Amor do Mundo !

Rancorosa que julga demais as pessoas
Joguei o capelo para o alto na formatura, estava acompanhada de um homem lindo, meu namorado Fabrício, cujo relacionamento ultrapassava dois anos, depois de quatro meses ele partiu para o céu num assalto no trânsito, chorei tanto que senti tristeza e a superação da perda demorou muito para acontecer, até hoje meus olhos transbordam quando lembro dos momentos felizes.
Foi um namoro raro e delicioso, uma pessoa amável, gentil, altruísta, um ser humano de dar gosto, nada o irritava chegava a ser até irritante sua paciência ilimitada.
Por várias vezes fui cínica tentando convencê lo a não ser besta, ele nunca me deu ouvidos, abafava minha fala com um abraço, eu e outros amigos sempre organizávamos um motim, era aquela coisa toda para ele só ser bom com quem fosse bom com ele.
O segredo de sua felicidade era que ele já estava terminando de cumprir sua missão na terra, por muito tempo fingi que sua partida não me incomodou, fingi ter superado, vivia chorando escondida, vivia em baladas, mas na verdade eu tinha sede de tê lo ao meu lado, tinha vontade de encontrar outro Fabrício para preencher a minha vida.
Faria tudo diferente, demonstraria meus sentimentos a cada minuto, deixava a censura pra lá, comprava logo um apartamento e ia viver de modo diferente, aconchegante, tipo casa da mãe,
Ele nunca deixou de me surpreender, era flexível e fácil de lidar, quase todos os dias, penso nele e quando esqueço os sonhos tratam de me lembrar.
No dia de sua partida acordei com mau pressentimento, molhada de suor mesmo estando num quarto pequeno com a temperatura em dezessete graus, não éramos namorados unha e carne, eu reclama de tudo, nada estava bom, eu dizia tudo que vinha na minha cabeça sem filtros, porém nosso amor era intenso e ele não desistia de mim.
Ele compartilhava amor por onde fosse, mesmo no trânsito horrível ele tinha a paciência de ceder a vez, porém morreu exatamente ao volante numa reação em legítima defesa.
Acho que ele tomou susto, não consigo acreditar na versão do assassino, a minha vida estava sempre controlada, eu tinha a faculdade, o namorado, a saúde, um bom emprego, eu tinha o Fabrício e tudo caminhava para a felicidade plena.
A ansiedade tomou conta do meu estômago, engordei trinta quilos, fiquei sem capacidade de manter compromissos amorosos a longo prazo, passei a desvalorizar qualquer homem que eu enxergasse o mínimo de defeito.
Tornei me passiva agressiva, ninguém podia confiar em mim, até que um mundo de possibilidades se abriu enquanto eu estava tão cética que nem reconheci um cara legal quando ele apareceu, ele me pareceu uma pessoa de bom coração, mas parti seu coração com a infinita comparação com o Fabrício.
Recebi como consequência do meu temperamento inflexível e julgador a oportunidade de ser feliz e fazer a diferença na vida de alguém, ele era uma pessoa estimuladora enquanto eu engatinhava no quesito saber amar.
Com o tempo alguém veio me falar que ele me traiu, fiquei desconcertada, sem cor, minhas pernas tremeram e ficaram fracas, tudo era repentino, desmoronei , não fiz nenhum esforço para esconder meus sentimentos de rancor, raiva e revolta, porém com o passar dos anos a dúvida veio surgindo na minha vida e coloquei na minha cabeça dura que eu preferia ter a imagem de Fabrício igual aos sentimentos e admiração que eu nutria por ele.

CÓDIGO DO SER
No meu convite de formatura existe a Declaração dos Direitos do Homem, uma beleza!
Segundo esta carta magna todo ser humano vivo neste planeta tem direito a todos os direitos ali escritos, segundo esta todos os direitos serão protegidos, e o Homem será em si na sua plenitude.
Eu sou Homem, advogado e defendo esses direitos por profissão e sacerdócio, mas como ser humano sabe que os direitos que afligem ao cidadão jamais foram escritos em carta magna alguma.
Visto esta brilhante exposição de motivos, resolvi escrever o CÓDIGO DO SER!
Todo homem tem direito a amar, de forma livre constante e sincera, sob pena de que se não o fizer, se embrutecerá e não mais será humano.
Todo homem tem direito a questionar, a si, ao mundo, a tudo, se este direito for violado, perde se o livre arbítrio, e o homem jamais será ele mesmo.
Todo homem tem direito de chorar, de alegria, de tristeza, de emoção
A inobservância deste direito levará o ser humano à tristeza de não saber chorar.
Todo homem tem direito a sorrir, do mundo, de si, da vida, de seu semelhante
A falta disto o tornará maçante.
Todo homem tem direito a acreditar, se não o fizer tornar se á angustiado.
Todo homem tem direito a ter dúvidas, de si, dos outros, de tudo
Se este não souber duvidar, jamais saberá acreditar.
Todo homem tem direito a errar, pois o reconhecimento disto lhe trará paz.
Todo homem tem direito a sonhar; pois sem isto a vida perde o encanto.
Todo homem tem direito a se contradizer, para que possa achar o melhor caminho para a felicidade.
Todo homem tem direito a se revoltar, pois sem isto se abafa parte de si.
Todo homem tem direito a sofrer em paz, pois a dor do sofrimento de hoje, constrói a alegria do amanhã.
Todo homem tem direito a ter medo, por que se o tem do desconhecido, e a falta deste implica na ilusão da onisciência.
Todo homem tem direito a perdoar, a si, aos outros, ao mundo, pois se não puder perdoar, não poderá ser perdoado.
Todo homem tem direito a falar, de suas virtudes, seus defeitos, de si, enfim, com sinceridade. A falta deste direito levará a incompreensão de si.
Todo homem tem direito a ter fome e sede, de amar, de viver e de conhecer, e a falta disto o levará a morte.
Todo homem tem direito a compreender, a si, aos outros, ao mundo, se tal direito for usurpado, será infeliz.
Todo homem tem direito a ser feliz, e para tanto se faz mister, que os direitos explícitos nesta carta não sejam violados.
Todo homem tem direito a ter paz, e para tanto é necessário: “O reconhecimento de seus direitos e de seu semelhante”.

Sabe de uma coisa, poderíamos melhor ver a vida e as coisas que nos cercam se parássemos de pedir tanto. Às vezes de fato fico extremamente chateado com os resultados que obtenho das minhas atitudes, afinal são todas de bom coração e com boas intenções. Tai uma grande contradição: boas intenções devem ser acompanhadas obrigatoriamente de bons resultados triste realidade. A teoria é exatamente isso, já a prática, ai vai muito mais e além de tudo que fazemos ou praticamos. Então você poderá se perguntar “onde esta o problema ” é uma pergunta que irá resultar em mais perguntas, e de forma geral vão dizer que o problema esta em você acredite, irão fazer você acreditar nisso!! Sabe o problema realmente pode estar em você, sabe por quê Simplesmente porque você não é como as pessoas querem ou porque não fazemos o que elas querem. É minha gente, uma coisa é muito certa, ou caímos na repetição de fazermos o que as pessoas querem e desejam, ou então, nos condenamos a exclusão e não porque queremos, mais sim devido a futilidade que vemos em todas aquelas pessoas. Mais então, porque queremos ser lembrados Acho que temos uma enorme necessidade de companhia, carinho e afeto resumindo: atenção. É não há nada de mais triste e solitário do que ver nossas redes sociais sem nenhuma notificação ou solicitação, e engraçado não ficamos tristes nem deprimidos por não termos ninguém em nossas casas para conversar. Então por que é que ficamos tristes, muitas das vezes por coisas bobas e sem sentidos A resposta é bem simples, passamos tempo demais sendo forte ou simplesmente tentando, e geralmente uma coisa pequena, bem minúscula, quase imperceptível e que nos faz parar e fazer toda reflexão e na grande maioria das vezes desistir. Ah gente, como é triste vermos alguém desistir daquilo que sempre sonhou por causa da exaustão psicológica e pior, aqueles que não conhecem nossa história e jamais caminharam junto conosco falar: “desistir é coisa de fracos”. Né não às vezes desistimos porque realmente não temos mais condições para caminhar aquele trajeto. Tomara sabe, que um novo fôlego, um novo motivo surja e ressurja para nos fazermos voltar a caminhar. O importante mesmo é nossa consciência estar tranqüila. O que os outros vão pensar de nós é problema delas não nos interessa!! Realmente não me interessa, e posso ser sincero ! Esses que falam de mim, realmente não me conhecem, então aquele que não me conhece, realmente não tem se quer direito de falar sobre minha vida. Se você pensa o mesmo ou se identificou com o texto, certamente está cansado(a) de babacas que lhe rodeia. Faz assim, segue sua vida sem se preocupar muito com a opinião dos outros, afinal, é o opinião dos outros e não suas. Então é isso, seja feliz e se precisar de algo concreto lembre se quem você pode contar são aqueles que nos momentos de felicidade e não de tristeza estão ao nosso lado, afinal, na tristeza todos nos temos misericórdia em relação a dor do outro, já na alegria temos inveja da felicidade alheia.