Frases.Tube

Agradecimento pelo Aprendizado

Aprendizado
Nos meus relacionamentos eu aprendi a não deixar passar nada despercebido, tudo o que se acontece podemos aprender algo, uma nova forma de agir, uma nova forma de se portar. As vezes evitáríamos novos erros se aprendêssemos com os erros já cometidos.
Percebemos que não podemos entrar em convívio com alguém que não temos pelo menos noção de onde isso vai dar. Se dizemos sim, então estamos abrindo um mundo para que tal pessoa entre e precisamos escolher bem quem entra em nossa “ casa “.
O complicado é que não podemos escolher de fato precisamos conviver, conversar, conhecer. Mas não podemos escolher quem gostamos, com quem temos afinidade, não podemos escolher nem quem queremos amar , mas podemos escolher como amar.
Nos meus relacionamentos eu aprendi que errei durante muito tempo em minha vida achando que os sentimentos são a causa de fazer com que uma relação dure, mas a verdade é que não são os sentimentos que sustentam uma relação e sim a relação que sustenta os sentimentos. Se nos relacionamos bem com outro alguém, os sentimentos são apenas consequencia . . .
Aprendi que não importa o quanto sabemos sobre um determinado assunto, sobre uma pessoa, sobre como resolver um determinado problema, sempre haverá formas diferentes de pensamentos e temos que reconhecer que só porque pensam diferente, não significa que estão errados.
Aprendi da pior forma . . . errando.
Não se pode exigir respeito se você não se respeita.
Não se pode se entregar numa relação e esperar
sentimento recíploco se você não se ama.
Não se pode esperar que dê certo, se você não sabe como resolver seus próprios problemas.
Precisamos sempre entender que o começo e o final do nosso amor é sempre por nós mesmo.
A vida é simples demais, mas sempre a complicamos criando espectativas em coisas que não sabemos esperar, ter paciência.
Passei a aprender mais, quando parei de pensar que sabia tudo.

A nossa vida é uma caixinha de surpresas, a cada minuto uma experiência, um aprendizado. Classificaria você como minha maior experiência de vida hoje, mostrou que devemos viver em alto astral todos os dias, independente das pessoas e situações, que a vida é muito curta para ressentimentos desnecessários, como você mesmo diz "caguei para isso ou aquilo", mostrou também que, se emocionar não é vergonha e sim transparecer que aquilo atingiu realmente sua alma e sentimentos por completo, isso é lindo, puro e único de uma pessoa especial em um mundo tão complexo.
Nunca terei palavras o suficiente para expressar a diferença que fez em minha vida desde o primeiro "oi" até o dia de hoje, não irei esquecer dos momentos que me fez sorrir em dias que não haveria motivo algum para isso, dos vários frios na barriga que senti esperando chegar em casa e ver uma msg sua nas minhas notificações, dos status carinhosos, das ligações demoradas onde muita das vezes eu não tinha o que dizer, só estava ali pelo simples motivo de ouvir sua voz doce e risada aconchegante, de quando te ouvi chorar pela primeira vez e não sabia o que fazer a não ser chorar também, aliás, peço desculpas por não ter sido seu refúgio ou alguém capaz de te entender quando precisou, apesar de ter feito o melhor que eu poderia.
Posso dizer que em vários aspectos evolui como homem devido a nossa convivência, agradeço imensamente por ter sido simplesmente você nesse tempo, sempre foi o que bastou, você e nada mais. Gostaria de saber e dizer o que acontecerá daqui para frente, não tem como, mas tenha certeza mesmo que se vá, se assim você querer, permanecerá viva em mim, em sorrisos, pensamentos, em lágrimas de satisfação por ter alguém assim em minha vida e principalmente em meu coração, que terá sempre o seu lugar intocável. Te amarei até o fim guria!

"Pensar no passado e usá lo como aprendizado é um pouco triste, pois se não agiu corretamente daquela vez, certamente não o fará agora. Se as atitudes tomadas em outrora lhe trouxeram sofrimento e angústia, não seja tolo, seja sincero consigo mesmo e tenha a maturidade de reconhecer que você também falhou e fez sofrer.
Ainda não conheci mulheres que largassem um amor platônico um homem perfeito dos beijos que a deixavam sem ar ou o músico/poeta das mais belas canções por capricho de não gostar do perfume que usava.
Também não conheço ex bandido, ex galinha, ex canalha, ex cafetina. Dessa laia só ouço falar de um: o ex tuprador, esse existe, tem alguns por ai.
Perdemos pessoas únicas em nossas vidas por não sabermos lidar com o fato de que todos têm direito a liberdade, a uma história, com outra pessoa ou não, de terem tido momentos inesquecíveis retratados em fotos, com outra pessoa ou não, as pelúcias ainda no chão do quarto, presentes de outra pessoa ou não. Todos têm o direito a felicidade, afinal você não é o último homem desse planeta.
A dificuldade em mudar está na essência. Somos o que somos e pronto, não temos como mudar nosso jeito de ser, nossa natureza é implacável, nos guia por toda a vida.
Mudamos quando temos um propósito, mas por enquanto fiquemos com a primeira opção, que a mudança de hábitos e personalidade não há de mudar em um piscar de olhos.
Estar sempre atento aos sinais da vida em relação a tudo nos coloca em posição de vantagem e isso fará toda diferença no próximo relacionamento. Esse terá menos erros e pode dar certo.
No mais é esperar um dia ela voltar, caso não volte, não se afobe, não erre como no passado, deixe que suas características atraiam o coração de alguém que você nem conhece.
Um dia o sofrimento será mais brando, teremos um botão que nos faça parar de pensar."

Vivi, senti, passei provações, em algumas aprovadas, em muitas outras tornei ao aprendizado; Vi perante a face às lágrimas daqueles que ainda não choram; Vi a solidão daqueles que estão em festa; Vi o coração contrito, avisei o da liberdade futura, mas minhas palavras caíram ao chão; Em alegrias fui abatido ao sepulcro e em tristezas resgatado dos mais altos Céus; Na minha aflição, desespero e confusão, escutei o conselho dos lábios que não falam e falei aos ouvidos que não ouvem, não aos seus olhos; Disseram me: o que tens para mim Respondi: não sei o que tenho, mas do que não conheço lhe entrego! Então uma voz bradou e disse: ora, quebre o, junte seus pedaços, refaça suas medidas e coloque o ao fogo para firmar se. Pensando estar pronto, fui sentir a brisa do vento, mas quente ainda pelo calor do fogo, minha estrutura trincou se, fui abatido por brisas, minha força ajoelhou se perante o poder de uma pequena corrente de vento. Então me disseram: O que tens para mim Respondi: decerto, nada tenho além de minha vontade própria e meu desejo de sentir me bem; achando me preparado, desci à arena e fui engolido por leões, rasgado por formigas, destruído internamente por alimentos, meu “amor” não resistiu ao próximo e virou se contra mim, tornando se meu inimigo íntimo, meus conhecimentos me destroem, pois não consigo calá los, minha força se tornou assolação e minha esperança um deserto sem água. Hoje, entrego lhes meu coração despedaçado, minha fraqueza, meu deserto, meu inimigo, meus conhecimentos e convicções e por fim, minhas vontades. Então a mesma voz bradou e disse: Vais, retorne à arena, pois o que eu poderia lhe oferecer que já não esteja em suas mãos homem Se te formar novamente, tornarás a ter a imagem da força e da convicção, e decerto, em breve serás testado; mas estando fraco e com frio, onde estaria sua provação Agora sois o mais forte dentre os fortes, pois sois o mais fraco dentre eles, e, caindo qualquer um, onde cairão senão em seus braços já que estais abaixo de todos eles E se retornares a ficar acima, quem lhe protegerá
Hoje, não apenas escuto, mas ouço ao mesmo tempo, toco e sinto, vejo e enxergo, caminho e prossigo, retorno e regrido, amo e sou odiado, bebo água mas tenho fome, como alimento mas sinto sede, na fartura há necessidade, na falta deparo me com a abundância, espero com esperança, não porque vejo, mas porque espero. Aprender a ficar em pé, é, antes de tudo, aprender levantar e equilibrar se. Aprendi que vivo, mas a partir de você que vivo e sem você, nada tem sentido, por isso sofri e sofro, pra ser aquilo que lhe falta, pois você, de alguma forma, me complementa Viva!