Frases.Tube

Alessandro Borba

Despedida de Angélica. Despedida de um Amor
É preciso esquecer
Dizem que tudo se pode esquecer
Mas, tu és inesquecível!
És a primeira pessoa que não posso esquecer.
Naquele dia 13 te entreguei meu coração e penso que jamais conseguirei tê lo de volta.
Mas Se pode esquecer:
Aquilo que já ficou prá trás.
Esquecer o tempo dos mal entendidos,
E o tempo perdido a querer saber como.
Esquecer essas horas que às vezes mata a golpes de por quês o coração.
Eu te oferecerei pérolas de chuva vindas de países onde nunca chove,
Eu escavarei a terra até mesmo depois de minha morte,
Para cobrir teu corpo com ouro e luzes.
Criarei um país onde o amor será rei,
Onde o amor será lei e tu serás a rainha.
Eu inventarei palavras absurdas que tu as compreenderás,
Falar te ei daqueles amantes que viram de novo seus corações excitados,
Eu te contarei a história daquele rei que morreu porque não pôde te conhecer.
Quantas vezes não se reacendeu o fogo daquele antigo vulcão que humanos o julgavam velho
Até há quem fale de terras queimadas a produzir mais trigo na melhor primavera,
E quando a tarde caiu, para que o céu se inflamasse de vermelho,
Nasceste em minha vida como música dentro de mim,
E, Deus sabe o quanto canto tua melodia em minha longa solidão intransigente e imprevisível.
Tornaste te a minha sorte: liberdade ou escravidão;
A luz de meu dia escuro, o espelho que prá mim reflete a vida.
E esse é o preço que terei de pagar
Meu amor, eu não vou mais chorar o pranto de meu pranto,
Que dá forma aos meus sonhos e destino.
Não vou mais falar, me esconderei aqui só para te ver dançar e sorrir,
Para te ouvir cantar e rir!
Deixa me ser à sombra da tua sombra
A sombra da tua mão
A sombra de teu filho Filho que aprendi a amar como meu e me tiraste.
Devolva me o direito de sorrir; perdoa me por te amar e, por eu ser quem sou!
Ao contrário farei como disse um autor desconhecido:
"Não amarei mais o amor. Amarei sim alguém que me espere até o final, alguém que sofra junto comigo, que ria junto comigo, que até enxugue minhas lágrimas, que me abrigue quando necessário, que fique feliz com minhas alegrias e que me dê forças depois de um fracasso.
Não amarei mais o amor. Amarei alguém que volte prá conversar comigo depois das brigas, depois do desencontro, alguém que caminhe junto a mim, que seja companheira, que respeite minhas fantasias, minhas ilusões. Amarei alguém que me ame. Não amarei mais o amor. Amarei sim alguém que sinta o mesmo sentimento por mim!"
Sempre lembrando as palavras do poeta que disse:
"Viver é acalentar sonhos e esperanças, fazendo da fé a nossa inspiração maior. É buscar nas pequenas coisas, um grande motivo para ser feliz!" e sabendo que:
"Ainda bem que sempre existe outro dia. E outros sonhos. E outros risos. E outras pessoas. E outras coisas " como disse Clarice Lispector. Mas, queria tanto que fosse como sonhávamos
Com carinho, saudade e todo amor do mundo.
TEXTO ADAPTADO 04/11 2011

UM HOMEM FEMININO
Hoje decidi ter um breve momento de reflexão a respeito de quem de fato sou. Foi então que percebi que distante tocava uma música, a qual mal se podia ouvir, e nela Pepeu Gomes catava:
" ser um homem feminino não fere o meu lado masculino "
Analisando por esse prisma descobri mais um pouco de mim. Descobri que dentre tantos que posso ser
Sou um pouco da irreverência de Dona Dora,
Com uma expressiva dose da arrogância de Raquel,
E por que não com um pouco, ou muito, da inconsequência de Aline
Sou um pouco da beleza discreta de Alessandra,
Que em simbiose funde se a feiúra indiscreta de Daiane,
E, lá no fundo, talvez eu seja apenas a falsa timidez de Maria
Sinto me pequeno e delicado como Katiane,
No entanto sou grande e rude como Marlise,
Perseguindo a perfeição de Patrícia
Sou os devaneios de Vera,
Com a seriedade lúcida de Letícia,
Na imensidão azul do olhar de Daniely
Sou muito da exigência de Luciane,
Mas, também sou a displicência de Zélia diante da vida,
Entretanto, sempre buscando a elegância de Cláudia em minhas atitudes
Sou o caráter inquestionável de Marina,
Mas, há em mim também a imoralidade de Fabíola,
Nunca deixando de lado o recato característico de Carol
Sou as certezas de Rejane,
E muito das dúvidas de Ana,
Sempre ostentando o acalentador e eterno sorriso de Andréa
Sou muito de Michele, pois, não sei se sou:
Uma criança já adulta ou um adulto meio criança.
Apenas sei que facilmente posso chorar ou sorrir
Em mim tenho parte de todas as tristezas de Mônica,
Que dia a dia é regada com a amargura de Renata,
Mas, que se tornam insignificantes, pois, sou sobretudo à força de Auria
Horas sou a falsidade repugnante de Elisandra,
E horas sou a sinceridade divertida de Bruna,
Mas, falso ou sincero sempre com humor de Vanessa
Sou generoso como o sorriso de Fabi,
Tão egoísta quanto o semblante de Jheny,
E em minha vida há tantas manchinhas quanto há no corpo de Glê
Sou o grande amor que Carla sente por mim,
Mas, também sou todo o amor do mundo que sinto por Angélica,
Mas, eu queria ser apenas o amor de Karen,
Pois, é necessário dar novo sentido à vida!
Sou essas mulheres especiais. Suas qualidades e defeitos são as minhas qualidades e meus defeitos e as levarei comigo para onde for com muito carinho, pois:
" ser um homem feminino não fere o meu lado masculino "
29/11/2011